NÃO CAIA EM UMA CILADA! DICAS DE OURO PARA CONTRATAR UMA BOA PRODUTORA

Não caia em uma cilada! Dicas de ouro para contratar uma boa produtora

Você já caiu em uma cilada? Senão, considere-se um indivíduo de sorte. Quase todas as pessoas ao redor do mundo já se equivocaram alguma vez na vida ou ainda cometeram alguma falha.

Tratando-se do âmbito profissional, todas as situações são possíveis: desde assumir um risco que não terminou bem até a escolha errada de fornecedores.

Aqui nesse post vamos falar, pontualmente, sobre as consequências de selecionar errado uma produtora de vídeo institucional, além de dicas para evitar esse tipo de erro.

 

Como escolher uma boa produtora?

Dica 01: Faça uma pesquisa

Existem duas formas de você acertar. Uma é tentando. A outra é pegando referências com conhecidos. Se por acaso, não conhecer ninguém que possa te dar uma boa indicação, utilize os mecanismos de buscas e as redes sociais. O ideal é pesquisar opções, entrar na página da empresa, procurar se ela possui alguma reclamação e avaliar o portfolio dos vídeos ja produzidos.

Dica 02: Avalie como é trabalho, o tempo e a qualidade

O adjetivo ser “bom” é algo subjetivo, mas, na maioria das vezes, está diretamente ligado a uma conduta profissional. Isso é, prazos a sério e uma equipe qualificada e com boas referências.
Além disso, é importante avaliar o cronograma traçado pela empresa para entregar o trabalho. Fazer um vídeo institucional que irá atender as necessidades e as metas esperadas requer tempo – o que se converterá em vendas, imagem e motivação.

 

 

Dica 03: Informe-se sobre a estrutura de trabalho

Existem muitas empresas que prometem mais do que cumprem e terminam entregando um produto muito aquém das expectativas dos clientes. Para evitar esse tipo de problema, é bom estar atento em como a empresa se preocupa em entender a sua necessidade de comunicação.
Para saber como o vídeo será feito, é essencial que a produtora de vídeos se desloque até a sua empresa, converse sobre suas expectativas e ainda avalie a estrutura física para as gravações.

Dica 04: Não faça o trabalho da produtora

Roteiro, texto de locução, pensar na estrutura do vídeo… todas essas etapas são de responsabilidade da produtora. Pode parecer brincadeira, mas é frequente o número de empresas que jogam algumas responsabilidades nas costas do cliente.
A empresa é responsável por todo o processo: desde o briefing até o material finalizado. Antes de assinar um contrato ou assumir qualquer compromisso, é interessante acordar todos termos.

Uma dica bônus final: Sempre peça alguma amostra de material similar produzido pela empresa. Assim, você pode comparar com a sua proposta e avaliar se o produto final vai corresponder às suas expectativas.

O que achou deste conteúdo? Aproveite e leia sobre os maiores erros cometidos ao produzir um vídeo institucional! Acompanhe nosso blog e mantenha-se informado!