EDIÇÃO OU MONTAGEM: O QUE IMPORTA É A QUALIDADE

Edição ou montagem: o que importa é a qualidade

Você já sabe, mas não custa reforçar: vídeos institucionais precisam ser feitos por profissionais. O amadorismo acarreta na perda constante de tempo e dinheiro. E os erros mais grosseiros, muitas vezes acontecem justo na parte da edição ou da montagem.

Essas são duas etapas bem complexas que antecedem o processo de finalização, aonde são realizados os ajustes finos, aqueles que farão toda a diferença na hora de transmitir efetivamente a mensagem.

A edição e a montagem são partes do processo que colaboram para a entrega de um vídeo institucional de alta qualidade.

Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre os dois. Ou ainda ficam em dúvida sobre como funciona o processo. Aqui nesse post vamos responder essas perguntas, além de esclarecer alguns pontos relacionados a produção de vídeos institucionais.

Montagem e edição: entenda de forma fácil quais são as diferenças

Edição e montagem são a mesma coisa na teoria. O primeiro termo vem do inglês. Já o segundo, do francês. Os profissionais de cinema, que no passado tiveram uma forte influência europeia, adotaram o termo montagem.

Existe uma tese no meio que diz que a edição é o processo e a montagem é o exercício intelectual e criativo. A complexidade de contar histórias, reordenar as cenas, aumentar ou diminuir o tamanho do vídeo, incluir sob som, remover cenas inadequadas, definir a estrutura, entender a mensagem do conteúdo e decidir o que melhora ou piora o desempenho do vídeo, criar sensações, emoções a partir de horas de material captado, isto é a função do editor. Para entender um pouco mais as atribuições desta função, clique neste link e assista um vídeo bem ilustrativo.

O que faz diferença na edição de um vídeo?

Pois é. Não é o termo que faz diferença na hora de editar um vídeo. O que realmente muda é como o processo é feito. Os equipamentos que alcançam os melhores resultados são extremamente profissionais – e caros – para poder trabalhar com vídeos e efeitos de altíssima resolução. Da mesma forma os softwares, que precisam ter licença para uma qualidade assegurada. Além disso, é importante ter profissionais altamente capacitados que o operem.

Existe uma beleza por detrás da edição de um vídeo – não é à toa que existe uma categoria do Oscar só para isso. Editar inclui separar as cenas interessantes do conteúdo, escutar com atenção as falas, utilizar os melhores depoimentos… escolher as melhores cenas, avaliar cinematograficamente cada segundo do vídeo. Não é à toa que os melhores profissionais possuem uma formação em cinema.

Independente dos termos, importante é sempre contar com profissionais que tenham um domínio da linguagem narrativa e consigam entregar um vídeo bem feito, com uma edição diferenciada. Com certeza, isso fará toda a diferença no resultado final do seu vídeo. Lembre-se sempre que uma história bem contada pode trazer resultados surpreendentes para sua empresa!

Restou alguma dúvida sobre as diferenças entre edição e montagem? Entre em contato para que possamos ajudá-lo com seu vídeo institucional!