CINEMA – O IRLANDÊS

Você consegue imaginar, que um filme com um orçamento de 170 milhões de dólares e de um diretor premiadíssimo seria recusado pelos estúdios de Hollywood, mas que seria bancado por uma plataforma de streaming?

Pois é, mas foi exatamente o que aconteceu com o Irlandês, o aclamado filme lançado pela Netflix e que tem direção de Mártin Scorsese.

Eu te pergunto. Será que estes filmes que a gente assiste ondemand, no conforto do nosso sofá, a hora que a gente quer, realmente não é cinema?

Galera, a gente já percebeu que ao longo da história vem acontecendo esta troca dos meios de comunicação e isso é natural, pois tem lugar pra todas elas e uma não anula a função da outra. Hoje mesmo, a gente tem rádio, TV, cinema, revista, tudo na palma da mão, no celular não é mesmo? O que se percebe é que a audiência acaba se diluindo, mas continua tudo aí e cumprindo o seu papel.Então eu queria agora era falar um pouco sobre este maravilhoso filme, O Irlandês.

Ele reúne uns um time de peso no elenco, e esse time é composto por Robert de Niro, Al Pacino, Joe Pesci, Harvey Keitel e a belíssima Anna Paquin, entre outros talentos é claro.

E ainda tem a direção do premiadíssimo Martin Scorsese, que dirigiu filmes como Touro Indomável, Taxi Driver, Gangues de Nova Iorque, O Lobo de Wal Street entre outros clássicos do cinema.

O filme O irlandês, é inspirado no livro “I HEARD YOU PAINT HOUSES”, ou seja, “eu ouvi falar que você pinta casas”, o livro narra a história real de Frank Sheeran, no caso O Irlandês, que é interpretado no filme por Robert de Niro.

“Eu ouvi que você pinta casas”, o que quer dizer esta frase? E qual sua importância no filme? Não sou eu que vou te contar, porque se não, seria spoiler, e este não é o objetivo deste video.

O filme é todo contado sobre o ponto de vista de Sheeran, o cara é um veterano condecorado da segunda guerra mundial e também é um líder sindical.

O longa metragem tem como centro da narrativa a resposta para uma pergunta que intrigou os norte-americanos na década de 1970: “O que aconteceu com Jimmy Hoffa?”

No livro, “I HEARD YOU PAINT HOUSES”, Sheeran é acusado na história de ter matado Jimmy Hoffa.

E quem é Hoffa? Um importante líder sindical dos caminhoneiros lá pelos idos dos anos 50, 60, e no filme Hoffa é interpretado por Al Pacino, cara, a sua atuação é intensa, cômica e dá o ritmo que o longa precisa.

Mas a dica é, assista ao filme para entender a história blza? Bora falar um pouquinho sobre o projeto do filme.

Na realidade, o projeto do filme estava na gaveta do Martin Scorsese há dez anos, isso mesmo 10 anos galera e ninguém queria bancar. Pois bem, a Netflix foi lá e bancou, fechou com o Scorsese e produziu o longa.

É claro que houveram algumas exigências de ambas as partes, entre elas Scorsese queria fazer o filme do jeito dele, com as 3 horas e meia, cheio de efeitos e planos sequência, e com este grande elenco. Sobre os efeitos, não fique esperando muita pirotecnia ou super 3Ds, não, não é isso. Mas tem um processo de rejuvenescimento dos atores que é incrível.

Eu acredito que este filme está nos Top 3 do ano de 2019, e que vai ficar no Top 10 por muito tempo.

Embora seja um filme de gangsters do Scorcese, onde você mais ou menos já sabe o que esperar, ele tem um peso diferente. É um filme repleto de gestos e interpretações de tirar o chapéu, fazendo você entender a gravidade das situações…

e sem deixar de lado a humanidade, o longa acerta em mostrar como é frágil a vida em seu ápice, quando Scorcesse apresenta fragmentos da solidão e velhice se chocando com memórias do passado. Cara, tem uma cena do Joe Pesci que é de arrepiar.

Vou parando por aqui para evitar spoilers, mas sem dúvidas, O Irlandês é um filme incrível! e na minha humilde opinião, é cinema sim! E é cinema de gente grande.

Eu espero que você tenha curtido o conteúdo de hoje. Se curtiu, pode compartilhar e aproveita para se inscreve no canal da Komodo lá no Youtube.